Páginas

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

O que é a diabetes?



Matthias Herbok 
O problema central da diabetes é a perda de nossas células produtoras de insulina localizadas no pâncreas.

Suniel Koliwad 
E essa perda leva a um aumento de açúcar no sangue e uma série de complicações ao longo da vida.

Stephen Gitelman 
Diabetes se refere àquele estado de açúcar elevado no sangue e sabemos que você pode chegar à diabetes por caminhos diferentes... por causas diferentes.

Suniel Koliwad 
Diabetes tipo 1 é um problema do pâncreas em si. É devida a um defeito do sistema imune.

Mark Anderson 
De alguma forma o sistema imune acha que as células produtoras de insulina são “estrangeiras”.

Stephen Gitelman 
É uma reação do indivíduo contra ele mesmo. Não destrói o pâncreas como um todo. Só está seletivamente atacando esse tipo de célula.

Jeffrey Bluestone 
Esta célula vital, que é uma parcela muito pequena de células do pâncreas, é essencial para qualquer um no controle de açúcar no sangue.

Suniel Koliwad 
Para diabetes do tipo 2, a inabilidade de produzir insulina se desenvolve muito mais devagar ao longo da vida.

Narrador
É comumente associada a escolhas alimentares ruins, inatividade, obesidade...

Michael German 
Diabetes tipo 2 é causada por resistência à insulina, então não é um problema com a produção de insulina. É um problema da resposta dos tecidos e do corpo à insulina. E muito comumente com o ganho de peso, o corpo se torna menos sensível à insulina, então ele precisa de mais. 


Narrador 
Então, o pâncreas, por anos, se não décadas, está liberando quantidades excessivas de insulina para compensar. A vida do pâncreas, considerando sua habilidade de trabalhar horas extra, nesse sentido é limitada. Então, uma vez que esse tempo de vida é alcançado, as funções do pâncreas começam a falhar de forma semelhante àquela experienciada por pacientes com diabetes tipo 1.

Matthias Herbok 
O ponto final é o mesmo: em ambos os casos nós estamos perdendo nossas células produtoras de insulina.

Suniel Koliwad
Algumas das complicações relacionadas ao teor elevado de açúcar no sangue ao longo do tempo são ataques cardíacos e derrames, complicações no rim que podem levar à falha e necessidade de diálise; complicações nos vasos sanguíneos que alimentam os olhos que podem levar à disfunção na visão e ultimamente à cegueira se não tratada; e problemas com vasos sanguíneos e nervos que alimentam membros, que pode levar à amputação se não tratado.

Stephen Gitelman 
Diabetes tipo 1 pode ocorrer em qualquer idade. Costumávamos chama-la de diabetes juvenil, mas cerca de 50% dos casos agora ocorrem com indivíduos acima de 18 anos. Diabetes tipo 2 costumávamos chamar simplesmentes de diabetes adulta. Não a víamos em crianças e adolescentes, mas com o crescimento da obesidade em nossa sociedade, nós vemos diabetes tipo 2 infelizmente em crianças cada vez mais jovens.